Em quais situações o hemograma deve ser feito?

Em quais situações o hemograma deve ser feito?

Durante uma consulta médica de rotina, é comum que o médico peça um hemograma ao paciente para verificar como andam os níveis de colesterol, urina, entre outros.

No entanto, um exame de hemograma pode ser primordial para identificar diversas doenças e analisar algumas deficiências de vitaminas.

 

Em quais situações o hemograma deve ser feito?

 

O hemograma é um exame primordial para que o médico possa identificar possíveis problemas de saúde. Apesar de ser um pedido comum, é preciso ter cuidado para não confundir com outros tipos de exame de sangue.

A principal função de um hemograma é verificar a saúde geral do paciente. Por meio dele, por exemplo, não será possível identificar uma gravidez, porém poderá ser identificado problemas no sistema imunológico, anemia e até leucemia.

Em casos onde o paciente já tenha tido histórico de colesterol alto ou anemia, o hemograma é realizado para controlar os níveis e saber qual melhor plano de alimentação a ser indicado, além de possíveis remédios adicionais.

O hemograma também é importante para saber se o paciente precisa ser acompanhado por outros médicos além do de rotina e iniciar um tratamento compatível com as limitações apresentadas.

 

Como são detectados os problemas de saúde?

 

As análises são realizadas a partir das células que constituem o sangue: hemácias, leucócitos e plaquetas.

As hemácias são os famosos glóbulos vermelhos, fazem o trabalho de carregar oxigênio e nutrientes para o corpo. Caso estejam em baixos níveis no exame, é um forte indicativo de que o paciente pode estar sofrendo de anemia ou de doenças autoimunes.

No entanto, se estiverem muito altas, também não é bem um motivo para se comemorar, pois podem indicar desnutrição ou doenças cardiovasculares congênitas.

Já os glóbulos brancos, indicados pelos leucócitos, agem na defesa do organismo e reforçam a imunidade. Se forem detectados problemas, podem ser um grande indicativo da presença de alguma infecção bacteriana.

O processo de coagulação do sangue ocorre nas plaquetas, seu nível desregulado no resultado de um hemograma pode indicar um coágulo sanguíneo ou até mesmo uma hemorragia interna.

 

De quanto em quanto tempo é indicado realizar um hemograma?

 

A procura por um médico não deve ser feita apenas se apresentarem sintomas graves, o ideal é que seja feito uma consulta periodicamente.

O tempo entre uma consulta e outra pode variar de acordo com a idade do paciente ou por problemas previamente identificados, entretanto, o ideal é que a consulta seja feita anualmente.

Este período também vale para realizar o hemograma e verificar possíveis alterações. Quanto antes feita a busca pela realização do exame, mais saudável será o tratamento a ser realizado para corrigir qualquer desnível.

Para ter um hemograma sempre positivo, é interessante que realize atividades físicas periodicamente e tenha um plano de alimentação saudável, desta maneira é possível evitar ou retardar problemas de saúde indicados anteriormente.

Acesse o nosso site e conheça mais sobre nosso serviço de coleta domiciliar, entrega de resultados via internet, nossos convênios e outros exames que você poderá realizar junto com o hemograma, caso seja requisitado pelo médico.

Fonte: Equipe de Comunicação

Ao continuar navegando pelo Portal, o Usuário declara estar de acordo com nossa Política de Privacidade