Novembro azul – Conheça os sintomas do câncer de próstata

Novembro azul – Conheça os sintomas do câncer de próstata

Muito se ouve falar sobre o Novembro Azul. Mas você sabe exatamente do que se trata o assunto e como se prevenir? É sobre isso que vamos falar no post de hoje. Boa leitura!

O movimento Novembro Azul teve início no ano de 2003 na Austrália e desde então, tem por objetivo de chamar a atenção para o diagnóstico precoce das doenças que atingem grande parte da população masculina.

 

Câncer de Próstata

 

O câncer de próstata é resultado de uma multiplicação desordenada das células da próstata. Em caso de câncer, esta glândula endurece. Em sua fase inicial, o câncer não apresenta nenhum sintoma. Em 95% dos casos, a doença aparece quando já está em estágio avançado.

Portanto, para ter um diagnóstico precoce e uma alta chance de recuperação, é necessário ficar atento aos sintomas.

Como já dito, o câncer de próstata tem uma evolução silenciosa. Muitos homens não apresentam sintoma nenhum e quando apresentam, por vezes são bem semelhantes ao benigno, que também é chamado de HPB. No geral, quando os tumores começam a aparecer, existe 95% de chance de já estar em fase avançada, dificultando sua cura.

 

Conheça os sintomas

 

Fique atento aos sintomas e caso tenha algum dos citados abaixo, procure um médico.

Dificuldade de iniciar a passagem da urina;

Sensação de bexiga não esvaziada após urinar;

Urinar em gotas ou jatos sucessivos;

Não conseguir segurar a urina por um período curto de tempo;

Necessidade de fazer força para urinar;

Dor abaixo dos testículos;

Dificuldade de manter uma ereção;

Presença de sangue na urina ou esperma - casos raros;

Dor para urinar;

Dor ao ejacular;

Dor nos testículos;

Dor na lombar, bacia ou joelhos;

Em fase avançada, o câncer de próstata também pode provocar dor nos ossos, sintomas urinários ou até mesmo casos de infecção generalizada e insuficiência renal.

 

Fatores de risco

 

O câncer de próstata ainda é uma doença pouco detalhada, mas como os demais tipos de câncer, sabe-se que quanto antes for feito o diagnóstico, maiores são as chances de cura.

Contudo, vários fatores são responsáveis pela doença como hereditariedade, quando, por exemplo três ou mais parentes de primeiro grau são infectados – dois parentes de primeiro grau forem diagnosticados antes dos 55 anos – quando acontecem em três gerações (avô, pai e filho).

Na presença de qualquer uma dessas características, a chance de desenvolver a doença é de 50%.

No entanto, algumas medidas de prevenção ao câncer podem ser tomadas, para que assim, tardem o desenvolvimento e estimem a cura no caso do diagnóstico. Para isso, realize exames periódicos de rotina e mantenha tudo em dia. Tendo desconfiança sobre a doença, o paciente deve procurar um médico de confiança que indique exames básicos para detectar o câncer.

De maneira geral, em cada pessoa, o câncer irá se manifestar de um jeito, nenhum caso é igual ao outro. Mas a prevenção é imprescindível. Pois em caso de possuir a doença e não realizar tratamento, o paciente corre o risco do câncer se espalhar por outras partes do corpo.

Previna-se.

O conteúdo foi útil? Esperamos que sim. E para mais informações sobre o assunto, entre em contato com a gente pelo WhatsApp ou faça uma ligação.

Fonte: Equipe de Comunicação